Dicas para gerenciar suas notas fiscais com mais eficácia
31 de agosto de 2017
Novas mudanças para optantes do Simples Nacional em 2018
14 de setembro de 2017

Tabela CFOP: o que é, como usar e qual sua funcionalidade?

As empresas brasileiras tem uma série de obrigações fiscais que devem ser cumpridas, além de fazer o processo correto da emissão de documentos, deve cuidar em manter sempre os códigos e padronizações definidas pela legislação e dentre essas padronizações podemos destacar a tabela CFOP.

A tabela CFOP é uma grande coleção de códigos que determinam operações específicas, que são usados na emissão de documentos fiscais.

Neste post, vamos explicar de forma clara e objetiva qual a importância da tabela CFOP, para que serve, onde encontrar e como usar de forma correta:

 

Afinal. O que é a tabela CFOP?

CFOP é a sigla para Código Fiscal de Operações e Prestações, sendo assim, a tabela CFOP nada mais é do que uma ferramenta fiscal que tem com função principal identificar entradas e saídas de produtos e serviços entre estados.

Por exemplo: A série 7000 trata sobre saída ou prestação de serviços para o exterior. O código 7101 trata a venda de produção do estabelecimento, enquanto o 7301 trata de prestação de serviços de comunicação.

Já a série 1000, por exemplo, trata de entrada ou aquisições de serviços do estado. Enquanto o número 1102 trata da compra para comercialização, os da série de 1250 se referem à compra de energia elétrica.

Esses códigos devem ser informados em todos os documentos dessa área, como nos livros de registros contábeis e notas fiscais.

 

Quais são as suas funcionalidades desses códigos?

Embora muitas empresas achem que essa tabela apenas se trata de mais uma mera burocracia, podemos afirmar que ela é bastante útil em vários sentidos e por isso deve ser utilizada com atenção e da maneira correta, vamos à algumas funcionalidades:

Garantir transparência nas transações comerciais

O processo de compra e venda de produtos ou serviços deve ser um tarefa totalmente transparente, pois além da imagem da empresa estar em jogo, existem punições legais junto ao Fisco para as empresas que não atuam de maneira clara e correta.

A tabela CFOP é padronizada e nela existem centenas de códigos bem específicos, para que as transações sejam identificadas da maneira mais correta e clara possível.

 

Cálculo correto dos tributos

Como as operações de compra/venda ou prestação de serviços e contratação são bem detalhadas e identificáveis elas podem ser tributadas da maneira mais correta possível, por isso, identificar as operações corretamente ajuda no cálculo preciso do ICMS, que é um imposto que incide em transações interestaduais.

 

Otimização da gestão de negócio

Um controle rígido sobre o uso correto da tabela CFOP nos documentos fiscais garante um controle maior do que realmente está acontecendo na empresa, o que está entrando e o que está saindo de produtos e serviços.

Com o uso de um bom software de gestão e de controle de documentos fiscais, fica muito mais fácil identificar e agrupar esses códigos de maneira correta. Esse tipo de ação otimiza a previsão de demanda, a análise de estoque e compras.

 

Como fazer o uso correto da tabela CFOP?

Para usar a tabela CFOP de maneira correta, é necessário primeiramente ter a tabela em mãos. E ela está disponível em forma de planilha eletrônica neste link.

Tabela CFOP

Tabela CFOP

Após isso, é necessário identificar qual o código que corresponde a natureza da operação. Mas, fique atento, em alguns casos é possível que exista mais de um código. E isso acontece quando existem vários itens diferentes na mesma nota fiscal, neste caso o CFOP deve ser informado no produto.

É importante lembrar que a tabela CFOP é apena um dos elementos de muitos que estão ligados ao processo de emissão correta dos seus documentos fiscais. Por isso, é sempre importante contar com a ajuda de um contador para analisar todas as variáveis burocráticas e evitar maiores problemas.

Comentários

comentários